Postado por Adriane às 21h57
  | Encaminhar Este Post

A geração do zarpear

Hoje as brincadeiras infantis mudaram muito em relação ao passado. As crianças de hoje se divertem com computadores e vídeo games, fazendo com que as brincadeiras de antigamente não chamem mais a atenção. A informação hoje em dia é em tempo real, o aprendizado das crianças é mais rápido, não existem barreiras de tempo ou de distância para que qualquer um saiba o que está acontecendo.

Postado por Adriane às 16h52
  | Encaminhar Este Post

Diferenças entre as brincadeiras antigas e as atuais

Antigamente as crianças não tinham tantos brinquedos como as de hoje e, por isso, tinham que usar mais a criatividade para criá-los.

Hoje em dia é normal ver uma criança que, ao mesmo tempo, navega na internet, folheia uma revista, fala no telefone, e ainda assiste televisão. Já antigamente as crianças disponibilizam um tempo de seu dia para assistir televisão, brincar com carrinhos, jogar amarelinha e empinar pipa..

Quais fatores vocês acham que ocasionaram estas mudanças?

 

Postado por Adriane às 16h46
  | Encaminhar Este Post

“O brincar e o jogar são atos indispensáveis à saúde física, emocional e intelectual e sempre estiveram presentes em qualquer povo desde os mais remotos tempos. Através deles,  a criança  desenvolve a linguagem,  o pensamento, a socialização, a iniciativa e a auto estima , preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios e participar na construção de um mundo melhor “

Postado por Adriane e Roberta às 20h54
  | Encaminhar Este Post

Não podemos esquecer que os tempos também eram outros hoje em função da violência e também do crescimento da tecnologia, nossas crianças ficam o dia inteiro trancadas em uma sala ou em um quarto na frente da televisão ou de um computador. Muitas não tem nem espaço físico para o brincar o criar.

Postado por Adriane e Roberta às 20h50
  | Encaminhar Este Post

Penso que os videogames, os computadores e os celulares também aguçam a mente, ajudam a desenvolver habilidades.  Mas não podemos deixar de levar em conta o sedentarismo.  A falta de interatividade, as brincadeiras ao ar livre do sol. Aaah o SOL,  que é tão importante para as crianças para o seu desenvolvimento, crescimento.  

Nossas crianças de hoje estão tomando o mínimo de sol por dia recomendado???

 

Postado por Adriane e Roberta às 20h45
  | Encaminhar Este Post

Nos dias de hoje a maioria de nossas crianças não praticam mais as brincadeiras que fizeram parte da nossa infância. Elas só pensam em videogames, internet, celulares, até mesmo nas comunidades mais pobres é difícil encontrarmos crianhças brincando de bola de gude, roda, pião, nem mesmo de casinha as meninas brincam mais.

Será possível resgatar as brincadeiras que eram saudáveis e criativas?

Postado por Adriane e Roberta às 20h35
  | Encaminhar Este Post

Lembram das musicas de pular corda?

Senhoras e Senhores

Enquanto pula, a criança deve executar as tarefas do texto, observando o ritmo marcado para cada pulo.

Musica:

Um homem bateu em minha porta e eu abri

Senhoras e Senhores

Põe a mão no chão.....................(coloca uma mão no chão)

Senhoras e Senhores

Pule num pé só............................(Pula num pé só)

Senhoras e Senhores

Dê uma rodadinha.......................(Rodopia)

E vá pro olho da rua.........................(sai sem tocar na corda)

 

Postado por Adriane e Roberta às 21h44
  | Encaminhar Este Post

Você lembra de como eram as brincadeiras?

Pular corda em grupo:

Numero de participantes: 2 a 10

Faixa etária: acima de 6 anos

Material: 1 corda de aproximadamente 5 metros

Espaço Físico: médio

Tempo de duração: 30 minutos

Particularidades: Quando brincam duas crianças, uma ponta da corda deve ser amarrada a um suporte.

Preparativos; Define-se, sem utilizar fórmulas, quem vai "bater a corda"

Descrição: Os dois batedores seguram a corda, um em cada ponta, e colocam-se, um de frente para o outro, a uma distancia de aproximadamente 4 metros, de forma que a corda fique bamba, encostando a parte do meio no chão. para bater a corda, cada batedor deve segurá-la com a mão mais esperta e efetuar um movimento de rotação no sentido horário, com amplitude suficiente para que a corda alcance a maior altura possivel após bater no chão. Forma-se uma fila para pular. A vez de cada um termina quando erra. Neste caso, volta para a fila, colocando-se em ultimo lugar. Na hora de pular novamente, deve começar desde o incio.

 

 

Postado por Adriane e Roberta às 21h35
  | Encaminhar Este Post

As brincadeiras de antigamente

Meu nome é Adriane Arruda, sou estudante de psicologia e este blog tem o objetivo de resgatar as brincadeiras que fizeram parte da infância de muitos de nos e também de nossos pais.

Estou falando das brincadeiras de roda, de pular corda, de pegar...aquelas brincadeiras que brincando também nos exercitavamos ao ar livre...do contato com outras crianças, da interação, da criatividade que desenvolviamos brincando.

Postado por Adriane e Roberta às 20h00
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil




BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese

Links

. UOL - O melhor conteúdo
. BOL - E-mail grátis
. brincadeiras antigas
. do fundo do bau
. projeto cantigas e brincadeiras antigas

Arquivo

28/11/2010 a 04/12/2010
21/11/2010 a 27/11/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
17/10/2010 a 23/10/2010

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular